Páginas

Guerra dos Farrapos

Guerra dos Farrapos

domingo, 30 de setembro de 2012

Pecado é não gozar a vida



O homem nasceu para se realizar na vida, mas tudo depende dele.
Ele pode não alcançar.
Pode continuar respirando, pode continuar comendo, envelhecendo, pode continuar indo em direção à sepultura -, mas isso não é vida.
Isso é uma morte gradativa, do berço à sepultura, uma morte gradual ao longo de setenta oitenta anos.
A vida não deve ser simplesmente um envelhecer - Qualquer animal é capaz de envelhecer
A vida deve ser um crescer – crescer é um privilégio dos seres humanos e apenas uns poucos reivindicam esse direito.
Crescer significa penetrar, a cada momento, mais profundamente nos princípios da vida; significa ir se afastando da morte – e não seguir em direção a morte.
Quanto mais fundo você for na vida, mais perceberá a imortalidade dentro de si.
Para crescer apenas observe uma árvore. À medida que a árvore cresce, suas raízes se aprofundam.
Na vida, crescer significa aprofundar-se dentro de si mesmo – é aí que suas raízes se encontram.
Pra mim, o princípio fundamental da vida é a meditação.
Meditação significa mergulhar na sua imortalidade, mergulhar na sua eternidade, mergulhar na sua divindade.
E a criança é a pessoa mais qualificada, porque ainda não foi contaminada pelo conhecimento, contaminada pela religião, pela educação, por todo tipo de lixo. Ela é inocente.

Mas infelizmente sai inocência está sendo condenada como ignorância.
Uma criança pequena não tem ambições, não tem desejos.
Ela está absorvida pelo momento – um pássaro voando prende sua atenção totalmente; apenas uma simples borboleta, suas lindas cores, e a criança fica encantada.
A inocência é rica, é plena, é pura.
A ignorância é pobre, é um mendigo – ela quer isso, quer aquilo, quer ser culta, quer ser respeitada, quer ser rica, quer ser poderosa.
A ignorância se move pelo caminho do desejo.
A inocência é um estado livre de desejos.
Quando você chegar a entender que perdeu sua vida, o primeiro princípio a ser trazido de volta é a inocência.
Abandone o seu conhecimento, esqueça as escrituras, esqueça suas religiões, suas teologias.
Volte a nascer, torne-se inocente – e isso está em suas mãos.
Limpe sua mente de tudo que não é seu conhecimento próprio, de tudo que é emprestado, de tudo que veio através da tradição, dos costumes, de tudo que foi dado a você pelos outros – pais, professores, universidades.
Simplesmente livre-se de tudo isso.
Volte a ser simples. Uma criança novamente.
A vida deve ser uma busca – não um desejo, mas uma procura; não uma ambição para se tornar isso ou aquilo, mas uma busca para descobrir “quem sou eu?”
É muito estranho que as pessoas que não saibam quem elas são estejam tentando tornar-se alguém.
Elas não conhecem o seu próprio ser.
E descobrir o seu ser é o começo da vida.
Então cada momento traz uma nova descoberta, cada momento traz uma nova alegria.
Um novo mistério abre suas portas, um novo amor começa a crescer em você – uma nova compaixão, que você nunca sentiu antes, uma nova sensibilidade para a beleza, para a bondade.
À medida que você se torna mais sensível, a vida vai ficando maior.
A vida não é um pequeno lago, ela se torna oceânica.
Não fica limitada a você, e à sua esposa e às suas crianças – ela não tem limite algum.
Toda essa existência se torna sua família e, ao menos que toda a existência passe a ser sua família, você não conheceu o que é a vida – porque nenhum homem é uma ilha, estamos todos relacionados.
Somos um vasto continente, ligados de milhões de maneiras.
E se nossos corações não estiverem cheios de amor pelo Todo, nossas vidas se tornarão menor na mesma proporção.
A meditação lhe trará sensibilidade, uma profunda sensação de pertencer ao mundo.
Esse mundo nos pertence, as estrelas nos pertencem.
Nós não somos estrangeiros aqui!
Nós somos partes da existência – somos o seu coração.
E a partir dessa compreensão, um profundo silêncio virá – porque todo lixo do conhecimento se foi.
Os pensamentos, que são parte desse conhecimento, também se foram...
Um imenso silêncio... E você fica surpreso: este silêncio é a única música que existe.

Ser louco é ser são ( Being crazy is being are )



O mundo tem conhecido pessoas tão bonitas, tão loucas!
Suas loucuras tiveram expressão porque elas não eram miseráveis, elas não estavam ansiosas, não tinham medo da morte.

Elas simplesmente viviam cada momento com totalidade e intensidade e, por causa dessa totalidade, dessa intensidade, suas vidas se tornaram uma linda flor – elas estavam cheias de fragrância, de amor, de vida e de riso.

Mas é preciso ter coragem e, se as pessoas disserem que você é louco, divirta-se com a idéia.

Neste mundo, somente pessoas loucas podem ser alegres e felizes, podem cantar e dançar.

As pessoas ditas sãs vivem angustiadas, infelizes e não aceitam a idéia de que você tenha alcançado algo que elas perderam. Por isso, tentarão, de todas as maneiras, torná-lo infeliz.

Toda a nossa educação gera uma divisão em nossa mente.

Temos que mostrar uma face para a sociedade, para a multidão, para o mundo – e não será necessariamente a sua face real.

Na verdade, não pode ser a sua face verdadeira.

Você tem de mostrar a face que as pessoas gostam, que as pessoas apreciam, que será aceita por elas – por suas ideologias, suas tradições.

E assim, naturalmente, sua máscara se torna cada vez mais e mais parte de você, mais do que a sua verdadeira natureza.

E a sociedade cria o medo em todo mundo – o medo da rejeição, o medo de que alguém possa rir de você, o medo de perder a sua respeitabilidade, o medo do que as pessoas irão dizer.

Você tem de se ajustar a todo tipo de pessoas cegas e inconscientes, você não pode ser você mesmo.

E essa é a nossa tradição básica: ninguém tem permissão para ser ele mesmo.

Quando você está só, no seu banheiro, você se torna uma criança – às vezes, faz caretas diante do espelho.

Mas se, de repente, você se dá conta de que alguém, até mesmo uma criança pequena, está olhando pelo buraco da fechadura, você imediatamente muda.

Você volta para a sua velha personalidade de sempre – você fica sério, sóbrio, como as pessoas esperam que você seja.

E a coisa mais impressionante é que você tem medo delas, e elas têm medo de você. Ninguém está permitindo que seus sentimentos, sua realidade, sua autenticidade se expressem.

Esteja alerta!

Sua autenticidade é apenas com seu próprio ser.

Mesmo que as pessoas o respeitem, e achem que você é um homem muito sensato, honrado, ilustre, essas coisas não vão nutrir o seu ser.

Você está só nesse mundo: você veio só, você está aqui só, e você deixará esse mundo só.

A sua preocupação exclusiva deveria ser cuidar e proteger aquelas qualidades que você pode levar consigo quando a morte destruir o seu corpo, a sua mente – porque essas qualidades serão seus únicos companheiros. Elas são os únicos valores verdadeiros; e as pessoas que as alcançam, somente estas vivem; as outras apenas fingem viver.

_______________________________________________________________

 The world has known people so beautiful, so crazy!His expression had follies because they were not miserable, they were not anxious, not afraid of death.They just lived each moment with intensity and totality and because of this all, this intensity, their lives have become a beautiful flower - they were full of fragrance of love, life and laughter.But it takes courage and if people say you're crazy, have fun with the idea.In this world, only mad people can be cheerful and happy, can sing and dance.People said healthy living distressed, unhappy and do not accept the idea that you have achieved something they lost. So try, by all means, make him unhappy.Our whole education creates a division in our minds.We have to show one face to society, to the crowd, to the world - and not necessarily their real face.In fact, can not be your real face.You must show the face that people like, that people appreciate, which will be accepted by them - by their ideologies, their traditions.And so, naturally, his mask is becoming more and more part of you, rather than your true nature.And society creates fear in everybody - the fear of rejection, the fear that someone might laugh at you, the fear of losing their respectability, the fear of what people will say.You have to adjust to all kinds of people who are blind and unconscious, you can not be yourself.And that is our basic tradition: no one is allowed to be himself.When you're alone in your bathroom, you become a child - sometimes grimacing in the mirror.But if, suddenly, you realize that someone, even a small child, looking through the keyhole, you immediately change.You go back to your old personality ever - you're serious, sober, like people expect you to be.And the most amazing thing is that you are afraid of them, and they are afraid of you. Nobody is allowing your feelings, your reality, your authenticity to express themselves.Be alert!Its authenticity is only to his own being.Even if the people respect, and feel that you are a very wise man, honored, illustrious, these things will not nourish your being.You are alone in this world: you come alone, you're here alone, and you leave this world alone.Your sole concern should be to take care and protect those qualities that you can take with you when death destroy your body, your mind - because these qualities are his only companions. They are the only true values, and the people who reach only those living, the others only pretend to live.

Rótulos ( Labels )



Perceba que uma criança nasce pura, inocente, natural, integral.
Quando uma criança nasce, ela não é Hindu nem cristã e nem muçulmana, porque a consciência não pode pertencer a nenhuma seita.
A consciência pertence ao Todo.
Uma criança simplesmente é! Ela é inocente de todo esse absurdo de Hindus, budistas, cristãos...
Uma criança é puro espelho.
Uma criança nasce com liberdade, mas imediatamente a sociedade começa a matar sua liberdade.
Um molde tem de ser dado, um padrão.
Se vc nasce numa família Hindu, Budista, Cristã, seus pais começarão a lhe ensinar seus dogmas (pontos fundamentais e indiscutíveis de uma doutrina religiosa).
Um homem religioso não é um Hindu, um Budista, um Cristão ou um muçulmano.
Todos esses são caminhos de conhecimento.
Veja... Um cristão diz: “Eu sei”. E esse conhecimento vem de dogmas cristãos.
O Hindu diz: “Eu tb sei”. E seus conhecimentos vêm dos Vedas, dos Gitas e de seus dogmas.
E um Cristão é contra um Hindu porque ele diz: “Se eu estou certo, vc não pode estar certo”.
Assim há grande argumentação e há muita disputa e muitos debates e conflitos desnecessários.
Não faz sentido que vc seja um Hindu, ou um Cristão ou um Budista, se vc não conhece seu ser.
Esses rótulos não fazem sentido.
Tudo isso é irrelevante, pois o ser não é nem Hindu, nem Cristão, nem Indiano, nem Americano, nem Chinês.
O ser é simplesmente puro estado de ser
Esse puro estado de ser eu chamo Deus.
Se vc puder compreender sua divindade interior, vc compreendeu o que é a vida.

Mas a sociedade fornece conceitos, preconceitos e sistemas e religiões...
E assim vc nunca será capaz de olhar diretamente – a sociedade estará sempre ali para interpretar.
Perceba se vc está consciente quando diz que algo é bom ou ruim.
Esse é realmente seu sentimento ou é apenas uma interpretação da sociedade?
Então ponha seus preconceitos de lado e olhe diretamente para as coisas.
E a meditação é uma técnica completamente diferente da oração.
Não há nenhuma necessidade de acreditar, nenhuma necessidade de se mover em direção ao outro – vc está sozinho.
Meditação não é algo feito pela mente.
Ela é a ausência da mente.
Quando a mente pára, a meditação acontece.
Não é algo que surja da mente.
É algo além da mente.
Mas vc tem de acordar a si mesmo
_____________________________________________________________

 Realize that a child is born pure, innocent, natural, integral.
When a child is born, she is not Hindu nor Christian nor Muslim, because consciousness can not belong to any sect.
Consciousness belongs to the whole.
A child just is! She is innocent of all this nonsense of Hindus, Buddhists, Christians ...
A child is pure mirror.
A child born in freedom, but once society starts killing its freedom.
A mold must be given a pattern.
If you are born in a Hindu family, Buddhist, Christian, her parents begin to teach their dogmas (fundamental and indisputable points of religious doctrine).
A religious man is not a Hindu, a Buddhist, a Christian or a Muslim.
All these are ways of knowing.
See ... A Christian says: "I know." And that knowledge comes from Christian dogmas.
The Hindu says: "I know tb." And his knowledge comes from the Vedas, the Gitas and its dogmas.
And a Christian is against a Hindu because he says: "If I'm right, you can not be right."
So there is a great argument and there is much dispute and many debates and unnecessary conflict.
It makes no sense that you are a Hindu or a Christian or a Buddhist, if you do not know your being.
These labels do not make sense.
All this is irrelevant because being is neither Hindu nor Christian, neither Indian nor American nor Chinese.
Being is simply pure state of being
This pure state of being I call God.
If you can understand your inner divinity, you understand what life is.
But the company provides concepts, prejudices and systems and religions ...
And so you will never be able to look directly - society will always be there to interpret.
Realize if you are conscious when he says something is good or bad.
This really is your feeling or is it just an interpretation of society?
So put your prejudices aside and look into things.
And meditation is a completely different technique of prayer.
There is no need to believe, no need to move toward each other - you are alone.
Meditation is not something done by the mind.
It is the absence of mind.
When the mind stops, meditation happens.
It is not something that arises from the mind.
It is something beyond the mind.
But you have to wake yourself

Dê a volta por cima das rotinas da mente ( Give a comeback routines of mind )



Sentindo-se triste? Dance ou vá tomar uma ducha e veja a tristeza desaparecer de seu corpo. Sinta como a água que bate em você leva junto a tristeza, da mesma forma que leva embora o suor e a poeira de seu corpo.
Coloque sua mente em uma situação tal que ela não seja capaz de funcionar de maneira habitual. Qualquer coisa serve. Afinal, todas as técnicas que foram desenvolvidas ao longo dos séculos não passam de tentativas para distrair a mente e demovê-la dos velhos padrões.
Por exemplo, se você estiver se sentindo irritado, inspire e expire profundamente durante apenas dois minutos e veja o que acontece com a sua raiva.

Ao respirar profundamente, você terá confundido sua mente, pois ela não é capaz de correlacionar as duas coisas. "Desde quando", a mente começa a se perguntar, "alguém respira profundamente quando está com raiva? O que está acontecendo?"


A dica é nunca se repetir. Caso contrário, se toda vez que se sentir triste você for para o chuveiro, a mente transformará isso num hábito. Após a terceira ou quarta vez, ela aprenderá: "Isso é algo permitido. Você está triste, então é por isso que está tomando uma ducha." Nesse caso, a ducha irá apenas transformar-se em parte de sua tristeza. Seja inovador, seja criativo. Continue confundindo a mente.

eu companheiro diz algo e você se sente irritado. Em vez de bater nele ou jogar alguma coisa em sua direção, mude o padrão do pensamento: dê-lhe um abraço e um beijo. Confunda-o também! De repente, você perceberá que a mente é um mecanismo e que ela se sente perdida com o que é novo.

Abra a janela e deixe novos ventos entrarem.
 
Osho
______________________________________________________________________
 
Feeling sad? Dance or go take a shower and see the sadness away from your body. Feel like water that hits you take along the sadness, the same way that takes away the sweat and dust from his body.
Put your mind in a situation where she is not able to function in the usual way. Anything will do. After all, all the techniques that have been developed over the centuries are merely attempts to distract the mind and dissuade her from old patterns.
For example, if you are feeling angry, inhale and exhale deeply for two minutes and see what happens with your anger.

When you breathe deeply, you have confused your mind, because she is not able to correlate the two. "Since when," the mind begins to wonder, "breathe deeply when someone is angry? What is happening?"

The trick is never to be repeated. Otherwise, if every time you feel sad you go to the shower, the mind will turn it into a habit. After the third or fourth time, she'll learn: "This is something allowed. You're sad, so that's why you're taking a shower." In this case, the shower will just become part of your sadness. Be innovative, be creative. Keep confusing the mind.
I companion says something and you feel angry. Instead of hitting him or throw something in your direction, change the pattern of thought: give him a hug and a kiss. Confuse him too! Suddenly, you realize that the mind is a mechanism and that she feels lost with what is new.

Open the window and let new winds come.

Osho

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

No que você está pensando? ( What are you thinking? )

No que você está pensando?
Estou pensando em nada sério. Em nada racional, em nada objetivo, em nada que possa mudar sua vida, seu mundo, meu mundo, nossa existência, nosso futuro, meu passado, minha vida, esse planeta, as pessoas que conheço, os sonhos que esqueci de sonhar, os tronos de lata que tanta gente almeja, o poder de decisão sobre o que é certo e o que é errado.
Simplesmente não estou

pensando. Quem de fato está pensando? O que estão pensando? Quem está pensando? Do que adianta pensar se não se faz em atitude. O que pensam sobre o que penso? Grandes merdas.
E se o que eu estiver pensando não fizer qualquer sentido, e se fizer algum sentido apenas para quem consegue pensar como eu penso e quantas pessoas precisam pensar assim para que algo ganhe as cores que imagino e qual seria o sentido real se fosse apenas uma invenção da minha cabeça?
Tem tanta gente pensando que pensa. Eu mesmo desconfio de mim. Desconfio que possa ser apenas um pensamento de alguém que um dia ousou pensar diferente. Diferente de que? De quem? Por que? Por quem? Pra que? Pra quem? E de que adianta alguém pensar algo que ninguém pensou se é mais fácil te acharem um idiota do que um inventor?
Mas continuo pensando e pensar me causa uma série de sensações. Ansiedade, medo, angústia. Por vezes felicidade, por momentos tristeza. Pensar e pensar e pensar e nada seria de fato como é se eu pensasse como tentaram me fazer pensar. Moldado.
Quantos pensamentos me vem nesse momento em que não queria pensar em nada e justo no momento em que bastava fechar os olhos e esquecer que preciso pensar para não ser só mais um no meio dessa multidão pensando as mesmas coisas.
Deixe isso pra lá. Ouça o barulho da chuva. Tente não pensar em nada e vá dormir que são seis horas da manhã.
(por Tico Santa Cruz - Detonautas) 
________________________________________________________________________

 What are you thinking?
I'm thinking of nothing serious. In no rational purpose in nothing, nothing that can change your life, your world, my world, our life, our future, my past, my life, this planet, the people I know, the dreams that I forgot to dream, the thrones tin that so many people crave the power to decide what is right and what is wrong.
I'm just not

thinking. Who actually thinking? What are they thinking? Who are you thinking? What good does not think is in attitude. What do you think about what I think? Great shit.
And if what I'm thinking makes no sense, and if you make some sense only for those who can think and how I think many people need to think that something like this to get the colors and imagine what the real meaning if it were just an invention my head?
There are so many people thinking about thinking. I even suspect me. I suspect it may be just a thought from someone who once dared to think differently. Other than that? From who? Why? By who? For what? For who? And what good is someone thinking something nobody thought it was easier to find you an idiot than an inventor?
But keep thinking and thinking causes me a lot of feelings. Anxiety, fear, anguish. Sometimes happiness, sadness moments. Think and think and think and nothing would really like is if I thought they tried to make me think. Molded.
How many thoughts come to me in that moment that I did not want to think about anything and just at the time it was enough to close your eyes and forget that I need to think not just another in the middle of this crowd thinking the same things.
Let it go. Listen to the sound of rain. Try not to think about anything and go to sleep it's six o'clock in the morning.

(By Tico Santa Cruz - Detonautas)

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Seu cliente está satisfeito? ( Your customer is satisfied? )

Nos Estados Unidos, a maioria das residências tem por tradição ter na frente um lindo gramado. E, para este serviço, há diversos jardineiros autônomos que fazem reparos nestes jardins.
Um dia, um Executivo de Marketing de uma grande empresa americana contratou um desses jardineiros.
Chegando em sua casa, o executivo viu que estava contratando um garoto de apenas 18 anos de idade. Claro que o executivo ficou surpreso. Quando o garoto terminou o serviço, solicitou ao executivo a permissão para utilizar o telefone.
O executivo, encantado com a educação do garoto, prontamente atendeu ao pedido e, muito curioso com a atitude do garoto, não pôde deixar de escutar a conversa.
O garoto havia ligado para uma senhora e perguntara:
- A senhora está precisando de um jardineiro?
- Não. Eu já tenho um
- respondeu a senhora.
- Mas, além de aparar, eu também tiro o lixo.
- Isso o meu jardineiro também faz.
- Eu limpo e lubrifico todas as ferramentas no final do serviço – disse o garoto.
- Mas isso o meu jardineiro também faz.
- Eu faço a programação de atendimento o mais rápido possível.
- O meu jardineiro também me atende prontamente.
- O meu preço é um dos melhores.
- Não, muito obrigada! O preço do meu jardineiro também é muito bom.
Quando o garoto desligou o telefone, o executivo perguntou:
- Você perdeu um cliente?
- Não – respondeu o garoto.
- Eu sou o jardineiro dela. Eu apenas estava verificando o quanto ela estava satisfeita com o meu serviço.
Isso nos faz refletir em como estamos tratando os nossos clientes internos e externos e nos mostra que é muito importante medir a satisfação dos clientes com relação aos nossos serviços.

_______________________________________________________________________

 In the United States, most homes have traditionally play in front of a beautiful lawn. And for this service, there are many gardeners who make autonomous repairs in these gardens.
One day, a Marketing Executive for a large American company hired one of those gardeners.
Arriving at his home, the officer saw a boy who was hiring only 18 years old. Of course, the executive was surprised. When the boy finished the job, the executive asked permission to use the phone.
The executive, delighted with the education of the boy, promptly responded to the request, and very curious about the attitude of the boy, could not help but hear the conversation.
The boy had called a lady and asked:
- The lady is in need of a gardener?
- No. I already have a
- Replied the lady.
- But besides trim, I also shot the trash.
- It also makes my gardener.
- I lubrifico clean and all tools at the end of the service - said the boy.
- But it also makes my gardener.
- I do the programming service ASAP.
- My gardener also meets me promptly.
- My price is one of the best.
- No, thank you! The price of my gardener is also very good.
When the boy hung up the phone, the executive asked:
- You lost a customer?
- No - replied the boy.
- I am the gardener it. I was just checking how much she was satisfied with my service.
That makes us reflect on how we are treating our internal and external customers and shows us that it is very important to measure customer satisfaction regarding our services.


Culpado ou Inocente ( Guilty or Innocent )


Conta uma antiga lenda que na Idade Média um homem muito religioso foi injustamente acusado de ter assassinado uma mulher.
Na verdade, o autor do crime era pessoa influente do reino e, por isso, desde o primeiro momento se procurou um “bode expiatório” para acobertar o verdadeiro assassino. O homem foi levado a julgamento, já temendo o resultado: a forca.
Ele sabia que tudo iria ser feito para condená-lo e que teria poucas chances de sair vivo desta história. O juiz, que também foi comprado para levar o pobre homem à morte, simulou um julgamento justo, fazendo uma proposta ao acusado para que este provasse sua inocência.
- Sou de uma profunda religiosidade e por isso vou deixar sua sorte nas mãos do Senhor: vou escrever num pedaço de papel a palavra INOCENTE e no outro pedaço a palavra CULPADO. Você sorteará um dos papéis e aquele que sair será o veredicto. O Senhor decidirá seu destino – determinou o juiz.
Sem que o acusado percebesse, o juiz preparou os dois papéis, mas em ambos escreveu CULPADO de maneira que, naquele instante, não existia nenhuma chance de o acusado se livrar da forca. Não havia alternativas para o pobre homem.
O juiz colocou os dois papéis em uma mesa e mandou o acusado escolher um.
O homem pensou alguns segundos e, pressentindo a “vibração”, aproximou-se confiante da mesa, pegou um dos papéis e rapidamente colocou na boca e engoliu.
Os presentes ao julgamento reagiram surpresos e indignados com a atitude do homem.
- Mas o que você fez? E agora? Como vamos saber o seu veredicto?
- É muito fácil. – respondeu o homem – Basta olhar o outro pedaço que sobrou e saberemos que acabei engolindo o contrário. Imediatamente o homem foi liberado.

MORAL DA HISTORIA: Por mais difícil que seja uma situação, não deixe de acreditar até o último momento. Saiba que, para qualquer problema, há sempre uma saída. Não desista, não entregue os pontos, não se deixe derrotar. Vá em frente apesar de tudo e de todos, creia que pode conseguir.
_________________________________________________________________________

 According to an old legend that in the Middle Ages was a very religious man wrongly accused of murdering a woman.In fact, the perpetrator was influential person in the kingdom, and therefore, from the first moment we tried a "scapegoat" to cover up the real killer. The man was brought to trial, already fearing the result: the gallows.He knew that everything would be done to convict him and that would have little chance of getting out alive this story. The judge, who also was bought to take the poor man to death, simulated a fair trial by making a proposal to the accused to prove his innocence to this.- I am a deeply religious and so I will leave their fate in the hands of the Lord: I will write on a piece of paper the word INNOCENT and another piece in the word GUILTY. You randomly select one role and one that will leave the verdict. The Lord will decide his fate - the judge ruled.Without noticing that the accused, the judge prepared the two roles, but both wrote GUILTY so that, at that moment, there was no chance to get rid of the accused from the gallows. There was no alternative for the poor man.The judge put the two papers on a table and ordered the accused to choose one.The man thought a few seconds and, sensing the "vibration", confidently approached the table, took one of the papers and quickly put in his mouth and swallowed.Those present at the trial reacted surprised and outraged by the attitude of man.- But what did you do? And now? How do we know your verdict?- It is very easy. - He replied - Just look at the other piece is left and we know that just swallowing the contrary. Immediately the man was released.
MORAL OF THE STORY: As difficult as the situation is, do not stop believing until the last moment. Know that for every problem there is always a way out. Do not give up, do not deliver the points, do not let defeat. Go ahead despite everything and everyone, believe you can achieve.


O cavalo e o porco ( The horse and the pig )

"Um fazendeiro colecionava cavalos e só faltava uma determinada raça. Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha este determinado cavalo. Assim, ele atazanou seu vizinho até conseguir comprá-lo. Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário: -Bem, seu cavalo está com uma virose, é prreciso tomar este medicamento durante 3 dias, no terceiro dia retornarei e caso não esteja melhor será necessário sacrificá-lo.

Neste momento, o porco escutava toda a conversa. No dia seguinte deram o medicamento e foram embora. O porco se aproximou do cavalo e disse:
-Força amigo! Levanta daí, senão você seráá sacrificado!!!
No segundo dia, deram o medicamento e foram embora.

O porco se aproximou do cavalo e disse:

-Vamos lá amigão, levanta senão você vai mmorrer!
- Vamos lá, eu te ajudo a levantar...Upa! Um, dois , três.
No terceiro dia deram o medicamento e o veterinário disse:
- Infelizmente, vamos ter que sacrificá-loo amanhã, pois a virose pode contaminar os outros cavalos.

Quando foram embora, o porco se aproximou do cavalo e disse:
- Cara é agora ou nunca, levanta logo! Corragem! Ótimo, vamos, um, dois, três, legal, legal, agora mais depressa, vai... Fantástico! Corre, corre mais! Você venceu, campeão!!!

Então de repente o dono chegou, viu o cavalo correndo no campo e gritou:
-Milagre!!! O cavalo melhorou. Isso merecee uma festa... "Vamos matar o porco para comemorar !!!"
Isso acontece com freqüência no ambiente de trabalho.
Ninguém percebe, quem é o funcionário que tem o mérito pelo sucesso. "Saber viver e ser reconhecido é uma arte".

"Se algum dia alguém lhe disser que seu trabalho não é o de um profissional, lembre-se:
Amadores construíram a Arca de Noé e profissionais, o Titanic" 

________________________________________________________________________

 "A farmer collected horses and only lacked a certain breed. Someday he found that his neighbor had given this horse. So he atazanou your neighbor until you can buy it. A month later the horse became ill and he called the veterinarian: Well, your horse is a virus, is prreciso take this medicine for three days, the third day return if not better and you need to sacrifice him.

Right now, the pig listened to the entire conversation. The next day gave the medicine and left. The pig approached the horse and said:
Force-friend! Arise then, but you sacrificed seráá!!
On the second day, they gave the medicine and left.

The pig approached the horse and said:

-Come on buddy, get up or you'll mmorrer!
- Come, I'll help you raise ... Upa! One, two, three.
On the third day gave the medicine and the vet said:
- Unfortunately, we have to sacrifice loo tomorrow, because the virus can infect other horses.

When they left, the pig approached the horse and said:
- Cara's now or never, raises soon! Corragem! Great, we, one, two, three, cool, cool, now faster, vai ... Fantastic! Run, run more! You won MVP!!

Then suddenly the owner arrived, saw the horse running in the field and shouted:
Miracle!! The horse improved. This merecee a party ... "Let's kill the pig to celebrate!"
This happens frequently in the workplace.
Nobody realizes who is the employee who is credited for the success. "Learn to live and be recognized is an art."

"If anyone ever tells you that your work is not that of a professional, remember:
Amateurs built the Ark of Noah, and professionals the Titanic "

EU CONSIGO FAZER ( I CAN DO )



Eles dizem que não pode ser feito?
Então encontre um caminho para fazê-lo.

Qualquer coisa que é considerada impossível é uma oportunidade esperando para ser descoberta.

Imagine o incrível poder de ser capaz de dizer "EU POSSO" quando todos estão dizendo "Eu não posso."

Seja a pessoa que irá fazer, e o mundo da oportunidade se abrirá para você.
É fácil dizer "não", para evitar o desafio e o esforço. Sucesso vem para aqueles que dizem "sim", e em seguida começam a fazer algo.

Queixas e desculpas colocarão você em um incrível mundo de mediocridade.
Ainda que seja impossível para outros, não tem que ser para você.

Receba os desafios, tome a iniciativa. Sinta a satisfação de fazer o que nunca foi feito antes.

Seja conhecido como uma pessoa que faz a coisas acontecerem e que aceita desafios e dificuldade.

Tenha coragem e inteligência para dizer "Eu consigo fazer". 

______________________________________________________________________

 They say it can not be done?
Then find a way to do it.

Anything that is considered impossible is an opportunity waiting to be discovered.

Imagine the incredible power of being able to say "I CAN" when everyone is saying "I can not."

Be the person will do, and the world of opportunity will open for you.
It's easy to say "no" to avoid the challenge and effort. Success comes to those who say "yes", and then begin to do something.

Complaints and excuses put you in an amazing world of mediocrity.
Although it is impossible for others, do not have to be for you.

Receive challenges, take the initiative. Feel the satisfaction of doing what has never been done before.

Be known as a person who makes things happen and accepting challenges and difficulties.

Have courage and intelligence to say "I can do".

sábado, 1 de setembro de 2012

Sem pensar muito.... ( Without thinking too .... )

Sem pensar muito....

O tempo é o tempo que você dá pra ele.

É este instante em que você tenta se situar no espaço. Não no espaço territorial, no espaço da mente. Esse pequeno espaço entre o que você estava pensando ou imaginando e a sensação a qual ele está sendo submetido. Não precisa ler novamente. O tempo é isso. É quando você busca a consciência de onde está. O tempo está submetido ao lugar, as pessoas, ao cheiro, ao gosto.
Se não fosse, porque ele demoraria tanto para passar quando estamos inseridos numa situação desagradável? Ou porque ele insiste e rastejar quando estamos esperando uma notícia importante ou um telefonema da nova paixão.
E porque ele é tão ansioso e se joga tão rapidamente quando estamos nos sentindo felizes, quando estamos desfrutando de algum bem estar. O tempo foge como um gato arisco, se esgueira pelo ralo e desce como se fosse uma catarata.
Como se tivessem feito um buraco mais largo na ampulheta. O tempo está dentro da nossa cabeça e ninguém controla o tempo. Ele permite apenas ser administrado.
Vou lhe obrigar a parar nesse momento e para perguntar mais ou menos quanto tempo você levou para chegar até aqui. Perceba que você estava desconectado do tempo. Ele estava vagando aleatoriamente.
Existe um tempo para cada coisa. Algumas podem acontecer ao mesmo tempo. Outras podem não ter a mesma duração, embora possam fazer parte da mesma atividade.
O que tenho feito do meu tempo? A que tenho dedicado meu tempo?
Tenho tido tempo para viver coisas simples ou estou distraído apenas com algo que demande uma farta atenção. Tenho tido tempo de viver meus desejos? Tenho investido esse tempo em que?
O tempo cagou pra você. Independente das sua escolha, ele continuará passando sem que você tenha o poder de interrompê-lo. E ele ri de nós, porque sabe que dependemos dele para continuarmos vivos. O tempo é um Deus. Um Deus paralelo. A diferença é que ele não volta atrás. Uma vez passou está passado.
O tempo está sempre no presente. Nem todos nós conseguimos acompanha-lo nesse tempo. Há que esteja distraído gastando o tempo lembrando do passado e há quem viva no futuro. Mas o tempo está acontecendo agora. Você está dedicando seu tempo a estar aqui, lendo sobre o tempo. Agora.
Pode não ter utilidade alguma na sua vida este tipo de abordagem. Mas ela não nasce para mudar ninguém. Nasceu apenas da necessidade de passar o tempo.
Como se desses as mãos para ele e o tirasse para passear, como amigos, conversando pelo caminho.
O que você tem feito todo este tempo?
O que fez com seu tempo? Ele te levou a algum lugar onde ele assumiu a velocidade da luz ou as passadas de uma tartaruga?
Nunca será igual para todos. Vocês se encontram na cronologia. Ali é o tempo materializado na linguagem do homem, não da natureza...
A natureza usa ciclos. É o tempo natural, cuja a consciência não existe.
Nasce o sol, desce o sol, nasce a lua e não se abriu contagem...
As estações do ano, o giro da terra em torno do sol...
Se não se abriu contagem o tempo é livre... nem puderam lhe vestir.
Chega.
Esse tempo chegou ao fim. Novos tempos. Precisamos de novos tempos para que possamos aprender a navegar por eles.
A cada segundo que passa ele levou mais um pouco do que você tem para usufruir.
Então, porque não tentar usá-lo da melhor forma?
Qual é a melhor forma?
Se dedicando a aproveitar ao máximo os bons momentos e aprendendo nos maus momentos que é só o tempo quem cura.
Por isso Tempo é um Deus.
Mas ele não te exige nada em troca, você é quem escolhe o que fazer dele.
Daí é que vem a genialidade do tempo, ele deixa nas suas mãos as escolhas de como usá-lo.
Cada um tem o tempo que deu para o tempo.

É isso...


Tico Sta Cruz


_____________________________________________________________________

Without thinking too ....

The time is the time that you give him.
Is this instant you try to locate in space. Not in territorial space, the space of the mind. This small space between what you were thinking or imagining and feeling which he is being subjected. No need to read it again. What time is it. It is when you search consciousness where you are. The time is subjected to the place, the people, the smell, the taste.
If it was not, because it would take much to spend when we are immersed in an unpleasant situation? Or why he insists and crawl when we are expecting important news or a call from new passion.
And because he is so anxious and plays so quickly when we feel happy when we are enjoying some well being. Time flies like a skittish cat, sneaks down the drain and down like a cataract.
How had they made a hole in the hourglass wider. The time is inside our heads and no one controls the weather. It allows only be administered.
I will oblige to stop right now and ask about how long it took you to get here. Realize that you were disconnected from time. He was wandering randomly.
There is a time for everything. Some may happen at the same time. Others may not have the same duration, although they may be part of the same activity.
What I have done my time? What I have dedicated my time?
I have had time to live simple things or am I just distracted with something that requires an abundant attention. I have had time to live my desires? I have invested this time?
The time shit for you. Regardless of your choice, it will continue going without you having the power to stop it. And he laughs at us because he knows we depend on to stay alive. Time is a God. A parallel God. The difference is that it does not go back. Once passed is past.
Time is always in the present. Not all of us can follow him this time. There you are distracted by spending time remembering the past and those who live there in the future. But time is happening now. You are devoting your time to be here, reading over time. Now.
May not be sufficient in your life this type of approach. But she was not born to change anyone. Born of the need to just pass the time.
As if those hands to him and took off for a walk, as friends, chatting along the way.
What have you been doing all this time?
What did you do with your time? He took you somewhere where he assumed the speed of light or the footsteps of a turtle?
It will never be the same for everyone. You are in the chronology. Ali is the time embodied in the language of man, not of nature ...
Nature uses cycles. It is the natural time whose consciousness does not exist.
The sun rises, the sun goes down, the moon rises and opened not count ...
The seasons, the rotation of the earth around the sun ...
If not opened counting time is free ... or you could wear.
Enough.
That time is over. New times. We need new times so we can learn how to navigate through them.
With each passing second it took a little longer than you have to enjoy.
So why not try to use it the best way?
What is the best way?
Dedicating themselves to make the most of the good times and the bad times that learning is only time that heals.
So Time is a God.
But it will not require anything in return, you are who you choose to do it.
Hence comes the genius of the time, it leaves in your hands the choices of how to use it.
Each one has the time to give the time.

Is that ...

Tico Santa Cruz