Páginas

Guerra dos Farrapos

Guerra dos Farrapos

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Discurso de Severn Suzuki (13 anos), canadense, proferido na ECO 92 - Rio de Janeiro ( Speech by Severn Suzuki (13 years), Canadian delivered at ECO 92 - Rio de Janeiro )

video



Discurso de Severn Suzuki (13 anos), canadense,
proferido na ECO 92 - Rio de Janeiro

“Olá, eu sou Severn Suzuki

Represento aqui na ECO, a Organização das Crianças em Defesa do Meio Ambiente. Somos um grupo de crianças canadenses, de 12 e 13 anos, tentando fazer a nossa parte, contribuir.
Vanessa Sultie, Morgan Geisler, Michelle Quigg e eu. Foi através de muito empenho e dedicação que conseguimos o dinheiro necessário para virmos de tão longe, para dizer a vocês adultos que, têm que mudar o seu modo de agir.
Ao vir aqui hoje, não preciso disfarçar meu objetivo, estou lutando pelo meu futuro. Não ter garantia quanto ao meu futuro não é o mesmo que perder uma eleição ou alguns pontos na bolsa de valores.
Estou aqui para falar em nome das gerações que estão pôr vir.
Eu estou aqui para defender as crianças que passam fome pelo mundo e cujos apelos não são ouvidos.
Estou aqui para falar em nome das incontáveis espécies de animais que estão morrendo em todo o Planeta, porque já não têm mais aonde ir.
Não podemos mais permanecer ignorados.
Eu tenho medo de tomar sol, pôr causa dos buracos na camada de ozônio.
Eu tenho medo de respirar este Ar, porque não sei que substâncias químicas o estão contaminando.
Eu costumava pescar em Vancouver, com meu pai, até que recentemente pescamos um peixe com câncer...e agora temos o conhecimento que animais e plantas estão sendo destruídos e extintos dia após dia...
Eu sempre sonhei em ver grandes manadas de animais selvagens, selvas e florestas tropicais repletas de pássaros e borboletas e hoje eu me pergunto se meus filhos vão poder ver tudo isso...
Vocês se preocuvam com essas coisas quando tinham a minha idade???
Tudo isso acontece bem diante dos nossos olhos e mesmo assim continuamos agindo como se tivessemos todo o tempo do mundo e todas as soluções.

Sou apenas uma criança e não tenho todas as soluções, mas quero que saibam, que vocês também não tem...
Vocês não sabem como reparar os buracos na camada de ozônio...
Vocês não sabem como salvar os peixes das águas poluídas...
Vocês não podem ressuscitar os animais extintos...
E vocês não podem recuperar as florestas que um dia existiram
e onde hoje é um deserto...
SE VOCÊS NÃO PODEM RECUPERAR NADA DISSO, POR FAVOR PAREM DE DESTRUIR!!!
Aqui vocês são os representantes de seus governos, homens de negócios, administradores, jornalistas ou políticos, mas na verdade vocês são mães e pais, irmãos e irmãs, tias e tios e todos também são filhos...
Sou apenas uma criança, mas sei que todos nós pertencemos a uma sólida família de 5 bilhões de pessoas (1.992) e ao todo somos 30 milhões de espécies compartilhando o mesmo ar, a mesma água e o mesmo solo. Nenhum governo, nenhuma fronteira poderá mudar esta realidade.
Sou apenas uma criança, mas sei que esses problemas atingem a todos nós e deveríamos agir como se fôssemos um único mundo rumo a um único objetivo. Eu estou com raiva, eu não estou cega, e eu não tenho medo de dizer ao mundo como me sinto.
No meu país geramos tanto desperdício, compramos e jogamos fora, compramos e jogamos fora, compramos e jogamos fora e nós, países do norte, não compartilhamos com os que precisam, mesmo quando temos mais que o suficiente, temos medo de perder nossas riquezas, medo de compartilhá-las.
No Canadá temos uma vida privilegiada, com fartura de alimentos, água e moradia. Temos relógios, bicicletas, computadores e aparelhos de TV.
Há dois dias, aqui no Brasil, ficamos chocados quando estivemos com crianças que moram nas ruas. Ouçam o que uma delas nos contou:
"Eu gostaria de ser rica, e se fosse, daria a todas as crianças de rua alimentos, roupas, remédios, moradia, amor e carinho...".
Se uma criança de rua que não tem nada, ainda deseja compartilhar, pôr que nós, que temos tudo, somos ainda tão mesquinhos???
Não posso deixar de pensar que essas crianças têm a minha idade e que o lugar onde nascemos faz uma grande diferença. Eu poderia ser uma daquelas crianças que vivem nas favelas do Rio, eu poderia ser uma criança faminta da Somália ou uma vítima da guerra no Oriente Médio ou ainda uma mendiga na Índia...
Sou apenas uma criança mas ainda assim sei que se todo o dinheiro gasto nas guerras fosse utilizado para acabar com a pobreza, para achar soluções para os problemas ambientais, que lugar maravilhoso que a Terra seria.
Na escola, desde o jardim da infância, vocês nos ensinaram a sermos bem comportados. Vocês nos ensinaram a não brigar com as outras crianças, resolver as coisas da melhor maneira, respeitar os outros, arrumar nossas bagunças, não maltratar outras criaturas, dividir e não sermos mesquinhos...
ENTÃO POR QUE VOCÊS FAZEM JUSTAMENTE O QUE NOS ENSINARAM A NÃO FAZER???
Não esqueçam o motivo de estarem assistindo a estas conferências e para quem vocês estão fazendo isso.
Nos vejam como seus próprios filhos, vocês estão decidindo em que tipo de mundo nós iremos crescer.
Os pais devem ser capazes de confortar seus filhos dizendo-lhes "Tudo vai ficar bem, estamos fazendo o melhor que podemos, não é o fim do mundo...", mas não acredito que possam nos dizer isso. Nós estamos em suas listas de prioridades ???
Meu pai sempre diz :
"Você é aquilo que faz, não o que você diz".
Bem, o que vocês fazem, nos faz chorar à noite...
Vocês adultos dizem que nos amam...
Eu desafio vocês, pôr favor façam com que suas ações reflitam as suas palavras...
Obrigada.”

________________________________________________________

Speech by Severn Suzuki (13 years), Canadian
delivered at ECO 92 - Rio de Janeiro

"Hello, I'm Severn Suzuki
I represent here at ECO, the Organization of Children at Environmental Defense. We are a group of Canadian children, 12 and 13 years, trying to do our part to contribute.
Vanessa Sultie, Morgan Geisler, Michelle Quigg and me. It was through a lot of commitment and dedication that we have the money needed to come from so far to tell you adults who have to change their ways.
Coming here today, I do not need to disguise my goal, I am fighting for my future. Having no warranty as to my future is not the same as losing an election or a few points on the stock market.
I am here to speak for the generations to come.
I'm here to defend the children who are starving around the world and whose appeals are not heard.
I am here to speak for the countless species of animals dying across the planet, because we have no where else to go.
We can no longer remain ignored.
I'm afraid to sunbathe, put because of the holes in the ozone layer.
I'm afraid to breathe this air, because I do not know what chemicals are in it.
I used to go fishing in Vancouver with my dad until recently fished a fish with cancer ... and now we have the knowledge that animals and plants are being destroyed and extinct day by day ...
I always dreamed of seeing the great herds of wild animals, jungles and rainforests full of birds and butterflies and now I wonder if my children will be able to see it all ...
You will preocuvam with these things when you were my age??
All this happens right before our eyes and yet we act as if we had all the time in the world and all the solutions.
I'm just a kid and not have all the solutions, but I want you to know that you do not have ...
You do not know how to fix the holes in the ozone layer ...
You do not know how to save the fish from polluted waters ...
You can not resurrect extinct animals ...
And you can not recover the forests that once existed
and what is now a desert ...
IF YOU CAN NOT RECALL ANYTHING THAT, PLEASE STOP TO DESTROY!!
Here you are the representatives of their governments, businessmen, administrators, journalists or politicians, but really you are mothers and fathers, brothers and sisters, aunts and uncles and all children are also ...
I'm just a kid, but I know that we all belong to a family of solid 5 billion people (1,992) and all are 30 million species sharing the same air, the same water and the same soil. No government, no border can change this reality.
I'm just a kid, but I know that these issues affect us all and we should act as one single world towards one single goal. I'm angry, I'm not blind and I'm not afraid to tell the world how I feel.
In my country we generate so much waste, we buy and throw away, buy and throw away, buy and throw away, and we northern countries will not share with those in need, even when we have more than enough, we are afraid of losing our wealth, afraid to share them.
In Canada we have a privileged life, with plenty of food, water and shelter. We have watches, bicycles, computers and television sets.
Two days ago here in Brazil, we were shocked when we were with children living on the streets. Listen to what one child told us:
"I would like to be rich, and if so, would give all the street children food, clothes, medicine, shelter, love and care ...".
If a street child who has nothing, yet you want to share, we put, we have everything, we are still so greedy??
I can not stop thinking that these children are my age and that the place where we were born makes a big difference. I could be one of those children living in the slums of Rio, I could be a child starving in Somalia or a victim of war in the Middle East or a beggar in India ...
I'm only a child yet I know if all the money spent on war was used to end poverty, to find solutions to environmental problems, that wonderful place that the Earth would be.
At school, even in kindergarten, you teach us to be well behaved. You taught us not to fight with other children, work things out as best, respect others, fix our mess, not to hurt other creatures, split and not be petty ...
THEN WHY DO YOU JUST WHAT DO NOT taught us??
Do not forget why you are attending these conferences and who you are doing it.
See us as their own children, you are deciding what kind of world we will grow.
Parents should be able to comfort their children by telling them "Everything will be fine, we're doing the best we can, is not the end of the world ..." but do not believe they can tell us. We're on their list of priorities??
My dad always says:
"You are what you do, not what you say."
Well, what you do, makes us cry at night ...
You grownups say you love us ...
I challenge you, please make your actions reflect your words ...
Thank you. "