Páginas

Guerra dos Farrapos

Guerra dos Farrapos

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Jovens de 90 e velhos de 20 ( Young and old 90 of 20 )


Escrito por Luiz Marins

Independentemente de qualquer convicção religiosa, não há quem não tenha acompanhado a eleição do novo Papa. Dentre as muitas surpresas e coisas que nos podem fazer pensar, uma delas foi a eleição de um homem com quase 76 anos.

Quantos de nós, com muito menos idade, só pensamos em parar, descansar, se aposentar? Quantos de nós, muito mais jovens, dizemos ser velhos demais para assumir responsabilidades maiores? Quantos de nós, aos 50 ou 60 anos, vivemos reclamando do trabalho o tempo todo? Quantos de nós teríamos a disposição de assumir uma responsabilidade como a de comandar uma instituição do tamanho e com tantos desafios como Francisco está assumindo aos 76 anos? Quantos de nós nos sentimos velhos demais e perdemos a vontade de enfrentar novos desafios, mesmo tendo condições físicas de fazê-lo?

Conheço jovens de 90 anos e velhos de 20. No mundo em que vivemos é preciso cuidar de nossa cabeça, de nossos modelos mentais, de como pensamos sobre nós mesmos. Vejo, com muita preocupação, jovens que se sentem velhos, incapazes, desmotivados para a ação. Com medo de desafios, fogem dos problemas ao invés de enfrentá-los. Desistem frente as primeiras dificuldades.

Vejo pessoas se infelicitando pela ilusão de uma vida fácil, sem embates, sem trabalho árduo, sem sacrifícios. Vejo pessoas buscando o caminho das facilidades e muitas vezes comprometendo valores e princípios, vivendo num imediatismo focado exclusivamente no prazer do agora sem pensar nas consequências futuras.

Vejo pessoas que são verdadeiros “mortos-vivos”. Desistiram de lutar. Desistiram de fazer. Desistiram de acreditar em sua própria capacidade de vencer obstáculos e ser feliz.

E você? Qual a idade da sua disposição? Com quantos anos está a sua cabeça? Quais os seus planos para o futuro? Ou já desistiu?

Pense nisso. Sucesso!
___________________________________________________

Written by Luiz Marins

Regardless of any religious belief, there is no one who has not followed the election of the new Pope. Among the many surprises and things that can make us think, one of them was the election of a man nearly 76 years.

How many of us, much less with age, just thought to stop, rest, retire? How many of us, much younger, we say we are too old to take on greater responsibilities? How many of us, after 50 or 60 years, live complaining about work all the time? How many of us would have the willingness to take responsibility as to command an institution of the size and with so many challenges as Francisco is assuming after 76 years? How many of us are too old and have lost the will to face new challenges, even though physically able to do it?

I know young people 90 years and older of 20 In the world we live in is necessary to take care of our minds, our mental models of how we think about ourselves. I see with great concern, young people who feel old, incapable, unmotivated to action. Afraid of challenges, fleeing the problems rather than face them. Give up front the first difficulties.

I see people infelicitando the illusion of an easy life without clashes, without hard work, without sacrifice. I see people seeking the path of the facilities and often compromising values ​​and principles, living in a focused exclusively on the immediacy of pleasure now without thinking of the future consequences.

I see people who are true undead ?? ??. Given up struggling. Declined to do. Gave up believing in their own ability to overcome obstacles and be happy.

Is that you? How old is your service? How old is your head? What are your plans for the future? Or have you given up?

Think about it. Success!