Páginas

Guerra dos Farrapos

Guerra dos Farrapos

sexta-feira, 8 de julho de 2016

O medo de ter uma vida comum ( The fear of having a common life )


O medo de ter uma vida comum

O grande pavor da nossa geração

Olha só pra sua vida e a sensação de estar dentro dela.

Ali estão todos os ingredientes que, no final, podem até resultar em um filme. Dor, sofrimento, derrota, mas também momentos mágicos, únicos, na mesma medida.

Ser você é imprevisível, cada acontecimento tem o sabor da exclusividade.

Pelo menos é o que parece quando se está focado no live streaming da coisa.

Quando você decide colocar em palavras o que se passou, automaticamente, tem seus pelos ouriçados pela excitação com os detalhes. A energia flui dentro de você. Ainda assim, essa sensação não chega sequer perto de como foi experimentar esses acontecimentos.

Em comparação com a experiência em si, o que antes era tão maravilhoso, começa a parecer desfocado, fosco.

A rua na qual você morava quando criança é muito menor do que você se lembra. A casa, então, é só uma casinha comum. A escola já nem existe mais. O cinema que você frequentava fugindo da aula virou uma igreja evangélica.

Mesmo os momentos mais ordinários têm seu charme, seu ar de grande saga.

O despertador toca, são 6 da manhã. Lá fora chove o bastante pra acinzentar o céu. Na cama, você se vira para o outro lado, revira, insiste mais um minuto ou dois, mas não tem jeito, hora de levantar.

Café com leite, pão com manteiga.

Ônibus, condução, metrô.

Trânsito.

Arroz com feijão, bife e batata-frita.

Lanche da tarde.

Metrô, condução, ônibus.

Mais trânsito.

Você cansado, precisa relaxar. Pode ser a novela, videogame, um filme, talvez algumas cervejas, conversa com os amigos ou um encontro com uma pessoa especial. Com sorte, pode ser que hoje role sexo.

Há dias em que, depois do trabalho, você precisa trabalhar ainda mais. Completar a renda. Ou, quem sabe, fazer um curso, se especializar.

Tudo muito comum, mas é a sua vida.

Talvez você esteja feliz com isso, sabendo que há um script que pode seguir e, ao final, encontre algum tipo de descanso que compense tudo. Pode ser que a mera intensidade das experiências alimente seu desejo de viver.

Mas pode ser que você esteja triste, frustrado, desejando mais. Deixar uma marca no mundo, criar um nome, inventar algo útil, ter patentes, ter um artigo na Wikipedia.

Há uma chance de que você esteja desconfiado de que isso tudo não signifique muita coisa para ninguém além de você mesmo. E, sabendo disso, pode ser que você esteja sonhando com um mundo, ideias, projetos, festas e a dissipação dessa aflição que nunca te deixa.

A verdade é que a sua é só uma vida comum, não importa o quão importante você pense que seja.

E tudo bem, né?


http://papodehomem.com.br/o-medo-de-ter-uma-vida-comum
_____________________________________________________________

The fear of having a common life
The great fear of our generation
Just look at your life and the feeling of being inside.
There are all the ingredients in the end may even result in a film. Pain, suffering, defeat, but also magical, unique moments to the same extent.
Being you is unpredictable, each event has the taste of uniqueness.
At least it seems when it is focused on live streaming of it.
When you decide to put into words what happened automatically have their ouriçados by the excitement with details. Energy flows within you. Still, that feeling does not even come close to how it was to experience these events.
Compared to the experience itself, what was so wonderful, it starts to look blurry, dull.
The street where you lived as a child is much smaller than you remember. The house, then, is just an ordinary house. The school does not even exist anymore. The movie you attended fleeing the classroom became an evangelical church.
Even the most ordinary moments have their charm, his air of great saga.
The alarm rings are 6 am. Outside it rains enough to gray out the sky. In bed, you turn to the other side, rolls, insists another minute or two, but no way, time to get up.
Coffee with milk, bread and butter.
Bus, driving, subway.
Traffic.
Rice and beans, steak and french fries.
Afternoon snack.
Subway, driving, bus.
More traffic.
You tired, need to relax. It may be novel, video game, a movie, maybe a few beers, chat with friends or a meeting with a special person. With luck, you may now roll sex.
There are days when, after work, you need to work even harder. Complete income. Or perhaps do a course to specialize.
All too common, but it's your life.
Maybe you're happy with it, knowing that there is a script that can follow and at the end, find some kind of rest that compensates for everything. It may be that the sheer intensity of the experiences feed your desire to live.
But it may be that you are sad, frustrated, wanting more. Leave a mark on the world, create a name, invent something useful, have patents have an article on Wikipedia.
There is a chance that you are suspicious that all this does not mean much to anyone but yourself. And knowing that, you may be dreaming of a world, ideas, projects, parties and the dissipation of this affliction that never leaves you.
The truth is that their is only an ordinary life, no matter how important you think it is.
And okay, right?


http://papodehomem.com.br/o-medo-de-ter-uma-vida-comum

terça-feira, 10 de maio de 2016

6 argumentos para ajudar a lidar com os seus medos ( 6 arguments to help deal with your fears )


Conheça 6 argumentos que podem abrir a sua mente e ajudar a lidar com os seus medos para viajar o mundo ou para realizar um grande sonho.

QUANDO EU DECIDI VIAJAR O MUNDO EU TIVE MEDOS SIM. AFINAL, QUEM NÃO TEM MEDOS? MAS A MELHOR PARTE FOI APRENDER A SUPERÁ-LOS. Eu levei dois anos economizando para realizar meu sonho de viajar o mundo e durante esse período minha cabeça me assombrava trazendo inseguranças. Me perguntava: “Será que eu estou fazendo a coisa certa?”, “O que será que vai acontecer na volta?”, “E o dinheiro? E se não for suficiente”, “Eu estou deixando a minha estabilidade. Será que tudo vai ficar bem?”.

Essas perguntas fantasmas que vinham lá do fundo do meu ser, de uma parte que eu parecia não controlar, me atormentavam e me faziam requestionar a minha decisão. Eu tive muitos altos e baixos. Dias de pura alegria com a certeza da minha decisão e outros de me jorrar em lágrimas com toda a insegurança que sentia. Mas eu consegui superar cada crise e hoje fica claro pra mim que o medo jamais deveria impedir a realização de um sonho. Viajar o mundo foi uma das experiências mais incríveis que vivi na minha vida e depois que realizamos as coisas entendemos que tudo é muito mais simples do que a nossa cabecinha complicada é capaz de compreender.

Você tem idéia de quantas pessoas sonham em viajar o mundo mas deixam de fazer por medo? Você tem idéia de quantas pessoas deixam de realizar vários sonhos na vida por medo? Então se você não quer aumentar essa estatística a primeira coisa que você precisa fazer é: APRENDA A LIDAR COM OS SEUS MEDOS!

O ser humano sempre vai ter medos. Isso é normal. Você não vai conseguir eliminá-los totalmente de primeira, mas você pode aprender a lidar com eles para não deixar que eles dominem a sua mente. E é aí que está toda a diferença.
6 argumentos pra ajudar a lidar com os seus medos:

ARGUMENTO 1 – O medo muitas vezes é irracional
Muitos medos estão rodeados de emoção. Para se tranquilizar busque mais informações e fatos e formule perguntas que ajudem a racionalizar o seu medo. Essa era a técnica que eu mais usava na época. Cada vez que um questionamento negativo vier te assombrar reflita na hora. Explorar respostas para perguntas que desafiam o seu medo amplia a sua visão e mostra caminhos que o medo impedia você de ver antes.

ARGUMENTO 2 – Nem tudo está sob o nosso controle
O ser humano sempre busca opções perfeitas, tentando ter o controle total sobre a sua vida. Mas infelizmente não funciona assim. Sua vida parece perfeita e sob controle, mas tudo pode mudar em um piscar de olhos. Durante toda a nossa vida seremos surpreendidos por vários obstáculos e vamos ter que aprender a lidar com eles. Se tentarmos sempre tomar apenas decisões perfeitas e “seguras” vamos nos privar de viver muitas coisas. Para alcançarmos resultados melhores é preciso assumir certos riscos.

AQUI FICA UMA DICA

Jamais se pergunte “será que eu estou fazendo a coisa certa?”. Essa é a pergunta mais filha da puta que existe! Não existe resposta pra ela. Toda vez que precisamos decidir entre A e B, vamos conhecer apenas o resultado da escolha feita. Você nunca vai conseguir saber se a outra teria sido pior ou melhor. A vida é assim. Acredite na sua escolha e entenda que cada caminho vai sempre trazer experiências diferentes.

ARGUMENTO 3 – É preciso experimentar
Toda vez que tentarmos fazer algo fora da nossa zona de conforto, provavelmente vamos sentir medos. Afinal, tudo que está fora dela é território desconhecido, é algo que ainda não experimentamos. E isso naturalmente, traz medo. Mas a forma mais eficiente de superar isso é experimentando. Fato! Você só vai conseguir saber as reais sensações e aprender o quanto é capaz depois que você experimentar. Mas o melhor é que depois de experimentar você acaba ampliando a sua zona de conforto.

ARGUMENTO 4 – Acredite no seu poder
Você com certeza tem muito mais poder e capacidade do que imagina. Nós não exploramos todo o nosso potencial e nos deixamos facilmente vencer pelos desafios que nos afrontam, por preguiça e por comodismo (por que o ser humano adora ficar na sua zona de conforto, mesmo que ele não esteja feliz com ela). Acredite em você e na sua capacidade. Superar os seus limites e medos traz uma deliciosa sensação de poder.

ARGUMENTO 5 – Amplie a sua visão
Entenda que para qualquer coisa que aconteça na vida não existe apenas uma solução. Existem várias. É tudo uma questão de perspectiva. Tendemos a ver apenas as soluções que já colocamos na nossa cabeça e o medo nos impede de ver além delas. Tente ampliar a sua visão quando pensar em questões geradas pelos seus medos. Sempre se pergunte sobre outras soluções e analise os problemas sob ângulos diferentes.

ARGUMENTO 6 – Ser positivo atrai coisas boas
O mundo está rodeado de energias, positivas e negativas. Se você só pensa que tudo vai dar errado o seu corpo vai naturalmente agir em direção a esse pensamento e vai atrair energias negativas. Se você pensa que tudo vai dar certo e estimula sempre pensamentos positivos o seu corpo age em favor disso e atrai energias positivas. A positividade ajuda a lidar com o medo. Toda vez que o medo te rodear, responda com um pensamento positivo e isso ajuda a tranquilizar.

Não, eu não li um texto que falava sobre isso e nem estudei psicologia para escrever sobre isso. Mas eu vivi na pele cada sensação de sentir, enfrentar e superar todos os meus medosnos últimos 4 anos da minha vida, quando eu fiz uma grande reviravolta ao decidir viajar o mundo por 2 anos. Aprendi vivendo a experiência e hoje posso dizer como foi maravilhoso conseguir superar cada um deles.

“A vida começa no final de sua zona de conforto.”
Neale Donald Walsch

A zona de conforto é o que impede a maioria das pessoas de realizar grandes coisas.

Fonte: http://projetoviravolta.com/6-argumentos-para-ajudar-a-lidar-com-os-seus-medos/?platform=hootsuite

______________________________________________________

Meet 6 arguments that can open your mind and help you deal with your fears to travel the world or to make a big dream.

WHEN I DECIDED TO TRAVEL THE WORLD I HAD FEARS YES. AFTER ALL, WHO HAS NO FEARS? BUT THE BEST PART WAS LEARNING TO OVERCOME THEM. I took two years saving to fulfill my dream of traveling the world and during this time my head haunted me bringing insecurities. I wondered: "Am I doing the right thing?", "What will it happen in the back?" "And the money? And if not enough, "" I'm leaving my stability. Will everything be all right? ".

These ghosts questions that were beyond the core of my being, a part that I could not seem to control, tormented and made me requestionar my decision. I have had many ups and downs. Days of pure joy with the assurance of my decision and other well me in tears with all the insecurity felt. But I managed to overcome each crisis and today it is clear to me that fear should never impede the fulfillment of a dream. Traveling the world was one of the most amazing experiences that I experienced in my life and then we do the things we understand that everything is much simpler than our tricky little mind can comprehend.

You know how many people dream of traveling the world but fail to do for fear? Do you have any idea how many people fail to realize many dreams in life for fear? So if you do not want to increase this statistic the first thing you need to do is: LEARN HOW TO DEAL WITH YOUR FEARS!

Human beings will always have fears. This is normal. You will not be able to eliminate them completely first, but you can learn to deal with them not to let them take over your mind. And therein lies all the difference.
6 arguments to help cope with their fears:

ARGUMENT 1 - Fear is often irrational
Many fears are surrounded with emotion. To reassure seek more information and facts and formulate questions that help to rationalize your fear. This was the technique I used most at the time. Every time a negative question comes haunt you reflect on time. Explore answers to questions that challenge your fear broadens your vision and shows ways that fear prevented you from seeing before.

ARGUMENT 2 - Not everything is under our control
Human beings always looks perfect options, trying to have total control over your life. But unfortunately it does not work like that.Her life seems perfect and in control, but everything can change in a heartbeat. Throughout our life we ​​will be surprised by a number of obstacles and we have to learn to deal with them. If we try to always take just perfect and "safe" decisions will deprive us of many things live. To achieve best results you need to take some risks.

HERE IS A TIP

Never ask "is that I'm doing the right thing?". That's the question most motherfucker there! There is no answer to it. Every time we need to decide between A and B, we know only the result of the choice made. You'll never get to know if the other would have been worse or better. Life is like this. Believe in your choice and understand that each path will always bring different experiences.

ARGUMENT 3 - You must experience
Every time we try to make something out of our comfort zone, we will probably feel fear. After all, everything outside it is uncharted territory, something that has not experienced. And this naturally brings fear. But the most efficient way to overcome this is experiencing. Fact! You will only get to know the real feelings and learn how can after you try. But the best is that once you try you end up expanding your comfort zone.

ARGUMENT 4 - Believe in your power
You sure have a lot more power and capacity than you think. We do not exploit our full potential and easily let us overcome the challenges we face, laziness and self-indulgence (why humans love to stay in your comfort zone, even if he is not happy with it).Believe in yourself and your ability. Overcome your limits and fears brings a delicious sense of power.

ARGUMENT 5 - Broaden your vision
Understand that for anything that happens in life there is only one solution. There's a lot. It's all a matter of perspective. We tend to see only the solutions that have put in our heads and fear prevents us from seeing beyond. Try to broaden your view when thinking of issues raised by their fears. Always ask about other solutions and analyze problems from different angles.

ARGUMENT 6 - Being positive attracts good things
The world is surrounded by energy, positive and negative. If you just think that everything will go wrong your body will naturally take action toward this thought and will attract negative energies. If you think everything is going to work and always encourages positive thoughts your body acts in favor of it and attracts positive energy.Positivity helps you deal with the fear. Whenever fear surround you, respond with a positive thinking and it helps reassure.

No, I have not read a text that talked about it and not studied psychology to write about it. But I lived in the skin every sense of feel, face and overcome all my medosnos last 4 years of my life, when I made a big turnaround to decide to travel the world for two years. I learned living the experience and today I can say how wonderful it was able to overcome each of them.

"Life begins at the end of your comfort zone."
Neale Donald Walsch

The comfort zone is what prevents most people to accomplish great things.

Source: http://projetoviravolta.com/6-argumentos-para-ajudar-a-lidar-com-os-seus-medos/?platform=hootsuite